sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ 2011



Este é o último dia de 2010 o ano que "faríamos o contato" lembrando a obra do Arthur Clark. Estou sentado à frente do computador, minha janela para o mundo, escutando a boa música escocesa e céltica. Relembrando tudo que aconteceu neste ano que passou.
A criação do MGU, as vigílias, as aparições e as conquistas de nosso grupo foram o que marcaram nossa jornada rumo ao 2011.

Veja abaixo nossa retrospectiva.



16 - 01: Reunião inicial do MGU - o MOVIMENTO GAÚCHO DE UFOLOGIA, já com seu nome , logotipo e contando com 6 grupos ufológicos realiza reunião para traçar as metas, metodologia de trabalho e o calendário de eventos.

12 - 02: São lembrados pelo NEUS em seu programa de rádio a previsões que não se realizaram como as de Domingos Yezi e Paul Laussack. Domingos yezy afirmava que até 2005 um corpo celeste maior que Júpiter estaria presente no nosso sistema solar. Já Paul falava que um abalo sísmico muito grande feito por um asteroide que cairia em Porto Rico e produziria um grande maremoto em 1999.

20 - 02: Com as marcas que apareceram em uma plantação de arroz no interior do Estado é reaberto a discução sobre os geoglifos gaúchos.

21 - 02: Na argentina aparece marcas em um campinho no pátio da Polícia em Vitória, seguido de outro numa província em Termas de Rio Hondo, Santiago del Estero. Ambos os casos investigados por colegas argentinos do Código OVNI e divulgados em primeira mão no RS pela conexão UFO do NEUS.

27 – 03: Rafael Amorim, coordenador do NEUS palestra no I Encontro de Ufologia em IPUAÇU - SC

01 - 04: O Núcleo de Estudos Ufológicos de Santa Cruz do Sul ganha uma sede própria no Parque da Oktoberfest. Com sala para palestras, escritório e cozinha própria. O local foi cedido pela Secretaria Municipal de Turismo.

20 - 04: O NEUS participa do Santa Cruz é Joia e marca lugar como uma das primeiras entidades apoiadores da feira. Com ajuda da revista UFO o NEUS montou um estande com produtos do selo revista e fez grande divulgação da pesquisa ufológica na região com apresentação de vídeos e fotos.

23 - 04: Geólogos identificam meteorito raro em Arvorezinha- RS.

28 - 04: Inaugurada a SEDE do NEUS com a participação da imprensa regional, políticos e pesquisadores da ufologia.

21 - 06: II semana Ufológica acontece na dependências do Colégio Militar de Porto Alegre. O NEUS participa como membro do MGU - Movimento Gaúcho de Ufologia o qual realiza sua 3 reunião durante o evento.

10 - 07: Acontece a vigília do NEUS com a presença de pesquisadores e membros de grupos holísticos de Porto Alegre assim como colegas ufólogos de Venâncio Aires. As constantes aparições de UFOS na região do interior de Vera Cruz leva o grupo a montar uma base de observações por lá.

18 - 08: UFO desperta a população de Santa Cruz do Sul naquela noite. NEUS descobre que se tratava de uma operação noturna da FAB com um VANT.

20 - 09: NEUS contacta o médium Divaldo Pereira Franco. O planeta Júpiter é observado pelo NEUS durante a sua maior aproximação da Terra nos últimos 50 anos.

01 - 10: Rafael Amorim palestra na Livraria Cultura em Porto Alegre e responde perguntas do público sobre a campanha de abertura dos arquivos classificados secretos pelas forças armadas.

09 - 10: Durante a Oktoberfest o MGU reúne-se mais uma vez e as diretrizes mais importantes são traçadas, mais um grupo integra ao movimento é o GEUC de Pelotas-RS

18 - 10: O Programa Conexão UFO do NEUS - na rádio 105.9 fm - comemora 3 anos de existência.

13 - 11: NEUS faz vigília em Caçapava do Sul, local de diversos aparecimentos do fenômeno UFO no RS. Na ocasião, junto ao grupo de escoteiros Botucaraí, o ufólogo Rafael Amorim observa pequena chuva de meteóros.

15 - 11: Ufos voltam a aparecer periodicamente no interior de Vera Cruz, o NEUS presenciou por 7 vezes essas aparições, sem ter como solucionar as aparições divulga intensamente na imprensa local, muitas outras testemunhas vem a falar. O caso permanece um mistério e as luzes param de aparecer neste período.

14 - 12: Falece Jose Victor Soares, o pilar da ufologia gaúcha nos deixa com um legado a ser respeitado e seguido pelos ufólogos de nosso estado.

18 - 12: Rafael Amorim e o brigadeiro José Carlos Pereira falam para publicação universitária UNICOM sobre a abertura dos arquivos classificados sigilosos.

20 - 12: NEUS entra em férias e fecha a sede para internamente preparar-se para o ano 2011.



Esperamos que o ano de 2011 seja P

Para o ano de 2011 o NEUS já se prepara para grandes atividades como a segunda edição do Santa Cruz é Joia onde o mais audacioso projeto do grupo será lançado, O Mirante Astronômico de Santa Cruz do SUL. A II semana Ufológica em Porto Alegre e o I encontro de Ufologia Mística em Santa Cruz do Sul já são pautas certas para o calendário do ano. Até lá...

Feliz ano novo a todos e uma boa "caçada".



Rafael Amorim

sábado, 18 de dezembro de 2010

Rafael Amorim e brigadeiro José Carlos Pereira falam para publicação universitária

Revista da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) em conversa sobre UFOs e segurança




"Elimine o impossível. O que sobrar, será a verdade"



Passavam das 03h00 e Dona Celi perdeu o sono. Levantou para tomar um copo de água e, pela janela, viu luzes fortes movimentando-se de forma irregular pelo céu. Ela permaneceu firme, sem medo, pois não era a primeira vez que o sítio onde mora se iluminava com objetos voadores não identificados.
Em outra oportunidade que o fenômeno aconteceu, ruídos estranhos acordaram a aposentada na madrugada quieta do interior. Convidou então oito estudiosos da Ufologia para uma vigília.
O relógio marcava 02h40 da manhã e o grupo foi surpreendido por uma seqüência de nove aparições. Rafael Amorim, que também participava do encontro, afirmou que não se tratavam de satélites ou aviões, muitas vezes confundidos com UFOs. "Os satélites podem ser vistos até as 22h30 em virtude da curvatura da Terra e aviões possuem outra característica de luminosidade", explanou.
Amorim fala com a propriedade de quem estuda o Fenômeno UFO há mais de 20 anos. É consultor da Revista UFO, presidente do Núcleo de Estudos Ufológicos de Santa Cruz do Sul (NEUS), diretor do Movimento Gaúcho de Ufologia (MGU) e membro da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU).
O publicitário era criança quando saiu da cidade de General Câmara (RS) e foi morar em São Paulo. Num final de tarde, viu algo "grande, bonito e quadrado" passar sobre sua casa, no bairro Pinheiros. Muitas pessoas, na época, acreditavam que o objeto fosse fruto da imaginação. "Saí do interior do Rio Grande do Sul para um grande centro e poderia ter me vislumbrado com um balão, por exemplo".
Mas a notícia de um UFO nos céus da cidade estava estampada nos principais jornais do dia seguinte. "Várias pessoas também viram o que eu vi". O menino cresceu, mudou-se de São Paulo, mas continuou avistando coisas no céu. Sua inquietude o motivou a criar um grupo de estudos, o NEUS, que já acumula mais de 1.000 documentos sobre aparições nos céus da região do vale do Rio Pardo, do Brasil e do mundo.
Diferentemente da dona Celi, que acredita que as aparições sejam de seres extraterrestres tentando uma comunicação com os seres humanos, Amorim sabe que nem tudo que aparece no céu é, necessariamente, uma nave pilotada por alienígenas. "Pode ser, mas é preciso primeiro analisar o fenômeno. Bandos de aves, aviões clandestinos e até balões podem ser facilmente confundidos com UFOs e são, inclusive, assim classificados nos radares da Força Aérea...


Leia matéria completa, incluindo perguntas a José Carlos Pereira, um dos guardiões dos cofres da Aeronáutica, link: http://www.ufo.com.br/noticias/rafael-amorim-e-brigadeiro-jose-carlos-pereira-falam-para-publicacao-universitaria

Nota de Paulo Poiam Para Revista UFO

domingo, 12 de dezembro de 2010

Ufologia perde sua matriarca e o Rio Grande um grande pesquisador e pioneiro.

O mundo ufológico fica mais triste hoje. Alcança as orbes celestes a nossa matriarca da ufologia brasileira Irene Granchi. Numa semana de perdas profundas Como foi o do nosso pioneiro José Victor Soares a notícia da morte da pesquisadora Irene nos afoga em profundo desgosto.
Homens como José Victor Soares e mulheres como Irene Granchi são raros na ufologia brasileira.
Infelizmente somos povoados de babacas que nutrem uma pseudo ufologia, abasbacados em frente às telas de computadores e programas de televisão julgando-se donos da sabedoria universal, da verdade e da ufologia.
Imbecis como muitos que conhecemos, que se dizem “ufólogos" deveriam ter o respeito a criaturas como as que perdemos nesta semana e se dignar a seguir os passos deste baluartes da verdadeira pesquisa sobre o fenômeno UFO.
Um momento de indignação, dor, saudade e por que não dizer de vazio.
Conheci o José Victor em um encontro de ufologia internacional em Porto Alegre. Naqueles dias eu falava muito sobre o caso dos Ufos em forma de anel que foram vistos em 1971 pelos moradores de uma cidade do interior. Ele atento ao que este jovem de 21 anos falava prontamente me puxou pelo braço e carinhosamente me falou que ele conhecia o caso. Foliou alguns papeis amarelados em uma pastinha que trazia consigo, retirou uns quatro papeis e me mostrou que o que eu falava havia acontecido em mais de 15 cidades, tudo registrado a máquina de escrever por ele mesmo. A pequena ajuda dele para minha pesquisa foi o impulso que me levou a seguir uma metodologia diferente de pesquisa. Indo a campo, registrando tudo e juntando as peças. O valor daquela pequena conversa nunca pude transmitir ao Victor Soares. Mas o exemplo da cooperação e da simplicidade com que ele me tratou eu levo como regra básica para tratar dos novos ufólogos que me seguem.
É hora de a ufologia fazer um minuto de silêncio em memória destes dois gigantes da ufologia.... é hora de meditarmos sobre seus legados.


Rafael Amorim - coordenador do NEUS.

sábado, 20 de novembro de 2010

Vigilia em Caçapava do Sul


As operações de campo tem sempre ao gostinho da aventura e do prazer de estar ao ar livre. Para mim que sou escotista a mais de 20 anos é sempre uma chance de praticar todas as coisas boas que aprendi com este movimento tão maravilhoso. Somando a isso tudo está o fascínio pela pesquisa ufológica de campo.
Observar os astros e toda a fantástica atividade do universo que nos cerca requer que nos encontremos em lugares longe das luzes da cidade e principalmente, para nós ufólogos, em localidades onde a presença do fenômeno UFO esteja presente.
Caçapava do Sul é um dos lugares assim. Com sua exuberante natureza rochosa, pré-histórica, Caçapava tem em suas entranhas histórias e lendas. Caçapava do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se a uma latitude 30º30’44″ sul e a uma longitude 53º29’29″ oeste, estando a uma altitude de 444 metros. Sua população estimada em 2004 era de 34.656 habitantes. Possui uma área de 3.044,8 km². É um município que conta com as águas do Rio Camaquã. É responsável por 80% do calcário produzido no Rio Grande do Sul. Foi a 2ª Capital da República Rio-grandense nos anos de 1839 e 1840. No município há um famoso ponto turístico natural, chamado Pedra do Segredo, uma elevação natural que atraem montanhistas e turistas do Estado e de diversas outras regiões do país.
E no meio deste rico cenário a presença dos objetos voadores não identificados tem sido uma constante.
Após tomar conhecimento de supostas marcas de pouso de UFOS por lá, segundo a pesquisa do GPUC – Grupo de Pesquisas Ufológicas de Caçapava, e outros acontecimentos relevantes, resolvi aceitar o convite de um comapnheiro do movimento escoteiro e fui até a região , ma is precisamente acampar próximo a Pedra do Leão num lugar chamado Cabana de Pedra. Um excelente camping que está localizado na base dos morros já citados.

O lugar onde ocorreu as marcas em um pasto ralinho foi no Bairro Vivian a aproximadamente 2 km do centro da cidade, área de 40m2, no dia 20 de fevereiro de 2009. As marcas variavam de 30 cm a 2,5m, em ambos os locais bairros Vivian e Colônia de Santa Tereza ocorreram formações de teias muito finas de pequenos organismos ainda não identificados. Estas se situam sempre e somente nos locais queimados e na parte externa dos círculos.
Outro fenômeno que me chamou a atenção foi a presença de um fenômeno semelhante ao que está acontecendo em nossa cidade visinha, Vera Cruz. Segundo o pesquisador Elver Ubirajara Teixeira:“Com aparência de "estrelões", deslocando-se com velocidades maiores do que aviões de careira. De cores brancas, brilhos fortes, mudam de trajetória, sobem e descem rapidamente, tipo zig-zague. Estes relatos, com estas características, estão se tornando frequentes. “

Luzes semelhantes as que aparecem em nossa região

Logo ao chegar no lugar fiz a minha primeira escalada na conhecida Pedra do Leão e ao chegar ao topo pude perceber o porque que este lugar era tão cheio de mistérios e histórias. Um vale que mais me lembrou o elo perdido, e as pedras mais pareciam enormes dinossauros andando no meio deste vale jurássico.
A pedra do segredo bem a minha frente tem um perfil que lembra um casal de gorilas gigantes, tem 160 metros de altura e possui no seu interior, 3 cavernas: a CAVERNA DA ESCURIDÃO, o SALÃO DOS ESTALACTITES e a CAVERNA PERCIVAL ANTUNES.
Nos seus túneis naturais, luzes de velas são apagadas pelos gases deletérios,o que as lendas populares atribuem à espíritos que guardam tesouros.
Sua presença na mata sempre foi cercada de lendas sobre tesouros jesuítas escondidos no local.
A noite procurei me instalar com meu velho saco de dormir a uns 70 metros acima de nosso acampamento base e fazer uma vigília. Não demorou muito par uma especa coluna de nuvem lenticular aparecer e estacionar entre as pedras do Segredo e do Leão me causando uma gostosa sensação, pois o que se via era ma enorme “nave mãe” e que ficouparada ali até eu ir embora. Logo o céu nublou e as últimas dádivas que o firmamento poderiam me reservar foram 3 meteoritos que entraram em combustão quando entraram em nossa atmosfera causando um espetáculo.
Caçapava continua misteriosa e bela em sua natureza e com essa vigília completo o número 50 de vigílias. Espero ainda poder fazer mais outras tantas...porque vale a pena.

Abaixo o vídeo pesquisado pelo GPUC


domingo, 14 de novembro de 2010

ET Bilu - A análise que deveriam ter feito

Pois é, mandaram para peritos a fim de ver a veracidade das imagens. Ora, a imagem é real, sem truque. O conteúdo que nelas estão é que são dignos de uma analise... psiquiátrica.
Abaixo a analise que deveriam ter feito, sem gozação. Alguém ainda tem dúvida de quem é o Bilú.

ALGUNS "BILUS" Que vemos por aí.

Com a febre nacional o E.T. Bilu que mais recentemente apareceu no Projeto Portal do falcatrua Urandir, muitos e-mails chegaram aos nossos bancos de dados do NEUS  com imagens que povoam o Youtube. Vejam algumas delas e tirem suas conclusões. Nós do NEUS já cansamos de avisar que tudo isso é forjado.









A pedidos publicamos parte de nosso material sobre o caso Olmiro Rosa

Este é parte deum pequeno documentário sobre o caso feito pelo NEUS e CEUVA.

video

sábado, 6 de novembro de 2010

Foto enviada

Aqui nesta foto aparece mais um UFO furtivo. A menina na foto é a Flávia e só viu o objeto na foto.
Considerando que muitos objetos identificados podem passar pelas lentes das câmeras ( como pássaros, aviões, etc ) este aqui se revela um tanto discoidal e sem protuberâncias que poderiam indicar asas ou outro tipo de identificação. Ainda não recebemos a foto original com maior nitidez, mas está aí o registro.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Ovni fotografado na Turquia.

Esta surpreendente imagem foi tirada no dia 5 de Maio de 2010, por Ali Caglar, professor na escola local de Gulab, Kemalpasa Tokat, na Turquia.


Devido á sua nitidez e contraste o caso ainda está a ser investigado.


sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Documentação sobre o CASO VARGINHA pode chegar as mãos da CBU


A revista Isto É consegue através das orientações da Comissão Brasileira de Ufólogos DOCUMENTOS REFERENTE AO INQUÉRITO POLICIAL DO CASO VARGINHA.
Quemnos noticía é o Editor daRevista UFO, Ademar Gevaerd:

"Amigos, a Istoé recebeu cópia de todo o Inquérito Policial Militar (IPM) do Caso Varginha, que já foi amplamente discutido na UFO. O IPM foi instaurado para apurar responsabilidades no possível vazamento de info sobre o caso, ainda nos seus momentos quentes, e teve como estopim a obra do Vitório Pacaccini sobre o caso, lançada sem aviso prévio até mesmo à Comunidade Ufológica Brasileira. Ele foi depor e teve como seu advogado o nosso ex-co-editor Ubirajara Rodrigues, que tb depôs, ambos como convidados.

O IPM ficou em segredo até hj, mas graças à campanha UFOs: Liberdade de Informações Já, que liberou documentos da Aeronáutica cobrindo desde a década de 50 aos anos 2000, "apareceu". Quem conseguiu primeiro cópia integral dos dois tomos somando mais de 350 páginas foi a Istoé, seguindo orientações da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) e inspirado em nossa campanha. Sai matéria a respeito neste fim de semana, assim como terei cópia dos tomos na semana que vem, quando saberemos o que nunca soubemos antes, ou seja, o que foi dito e apurado no tal IPM."



 

terça-feira, 12 de outubro de 2010

RECONHECIMENTO DA COMUNIDADE FOLÓGICA RIOGRANDENSE.


Durante os dias 9/10/11 de outubro os grupos membros do MGU - Movimento Gaucho de Ufologia estiveram reunidos em Santa Cruz para discutir assuntos inerentes a pesquisa do fenômeno UFO (Objetos Voadores não Identificados) e as novas diretrizes e metodologias que serão usadas na pesquisa em solo gaúcho.


Aproveitando a oportunidade o NEUS- Núcleo de Estudos Ufológicos de Santa Cruz, o GAIDU de Porto Alegre e GPCU de Pelotas visitaram a Ocktoberfest e fizeram questão de conhecer a Secretária Municipal de Turismo, Esportes e Lazer Marla Rejane Fontoura Hansen .

Neste momento o NEUS fez um agradecimento a senhora secretária por todo o apoio dado ao grupo e a seus trabalhos, ajudando assim no desenvolvimento de uma pesquisa séria embasada na ciência e filosofia moderna.

O reconhecimento a este apoio dado pela secretaria de Turismo Esporte e Lazer chamou atenção da comunidade ufológica riograndense e brasileira que, através de mensagens ao NEUS, reforçaram sua admiração pela postura da Secretária Marla e toda a sua equipe perante a pesquisa ufologica, tratando com respeito e carinho o desenvolvimento do NEUS e suas atividades que são embasadas nos estudos da Astronomia, Astrofísica, Exobiologia e Exosociologia.

Pela coragem e apoio que a secretária Marla Hansen tem dado ao NEUS o núcleo não só reconhece mas deseja que atitudes como essas sejam louvadas com todo respeito e prestigio de todos os pesquisadores e comunidades ufológicas.

sábado, 2 de outubro de 2010

PALESTRA NA LIVRARIA CULTURA em Porto Alegre


Com um público razoável e muitos amigos na plateia, nossa palestra foi meio que rápida. Representando o NEUS - Núcleo de Estudos Ufológicos de Santa Cruz do Sul, eu tentei passar as notícias novas sobre as atividades da CBU- Comissão Brasileira de Ufólogos e a Campanha de Liberdade de informação já.


Apesar de a noite ter sido reservada para o NEUS livraria Livraria Cultura, o MGU se fez presente e usou cerca de 1h da palestra sobre a ufologia no RS e as novidades sobre a liberação de arquivos oficiais para expor suas ideias e divulgar o movimento.

Foi comentado também sobre o segundo EDU que vai acontecer nos dias 9/10/11 de outubro no corrente ano, na cidade de Santa Cruz do Sul.

O público fez perguntas interessantes e foram respondidas na medida do possível, devido ao tempo exíguo. Perguntas sobre casos famosos do RS e sobre os acontecimentos holísticos na ufologia foram as mais pedidas.

Foi sem dúvida um momento importante para o MGU e suas ideias de uma metodologia séria e abrangente.


Rafael Amorim


sábado, 25 de setembro de 2010

Divaldo em Santa Cruz do Sul - Transfiguração e lição de vida.


No feriado Pampiano de 20 de setembro (Revolução Farroupilha), outra revolução aconteceu em nossa cidade sede. A presença de Divaldo Pereira Franco, o maior médium do Brasil, talvez do mundo, trouxe uma verdadeira revolução nos campos vibratórios de muita gente. Uma revolução espiritual em um tom tênue, leve e simples, mas que marca a vida de todos.

Nós do NEUS estivemos presentes ao seu seminário sobre a depressão e tivemos acesso ao médium antes de sua palestra inicial.

"Joana de Angelis reporta: _ Há vida fora da vida. Mas não somente no mundo espiritual. Ela informa que visita outros mundos materiais onde a vida tem as suas específicas manifestações." (Joana de Angelis é sua guia espiritual)
“No evangelho de João capítulo 10, versículo um, Jesus fala sobre a pluralidade dos mundos habitados, na casa de meu Pai existe muitas moradas”. Disse o médum, completando: “ Allan Kardec vai mais tarde a confirmar isso através dos espíritos. Não existe como não aceitar a pluralidade dos mundos habitados se não pela lei da probabilidade. Se partimos da teoria do Big bang, dos conceitos de Hawking, de que toda a energia que estava contida em seu estado inicial, está expandida no universo porque seriamos um planeta privilegiado a vida. Este pequeno grão de areia neste infindável deserto que é o universo."

"De acordo com a astrofísica e a física quântica, veremos que existe 200 bilhões de sistemas na via láctea, e que vivemos em um universo de aproximadamente 100 milhões de galáxias, temos uma vastidão de dados suficientes para fazermos uma análise, lembrando ainda que muitos dos outros planetas se formaram junto a Terra em mesmo período teremos vida provável, equivalente a nossa."


"Carl Seagam, mesmo não admitindo a possibilidade de vida em outras dimensões, antes de morrer, fazendo uma análise matemática concluiu:-_ Isso, é inevitável."


Com se não bastasse toda a riqueza de explanação em tom científico e espírita, O aprendizado importantíssimo sobre os fenômenos que nos atinge dia a dia, Divaldo nos brindou com uma surpresa sem precedentes.

Durante momentos de sua palestra transfigurou-se, de forma que o homem Divaldo desfigurou-se algumas poucas vezes e assumiu a forma de um outro homem.

Fenômeno este percebido por muitas pessoas que estavam ali no teatro do Colégio Mauá, naquela noite de segunda-feira. Apenas alguns dias depois é que algumas pessoas confirmaram aquilo que nós do NEUS presenciamos... o fenômeno a olhos vivos em nossa frente.

Milhares de histórias incríveis cercam este senhor de 84 anos de idade e que é considerado por muitos o sucessor de Chico Xavier. Histórias que levam a todos nós acreditarmos que realmente existe esperança para os seres que vivem na Terra.


Momento em que o médium comessa atransfigurar-se. A foto está tremida devido a esposição mais longa
A figura que aparece a frente desfocada toma conta do semblante de Divaldo
Aqui totalmente transfigurado.

domingo, 19 de setembro de 2010

Carl Sagan e o contato com civilizações extraterrestres



"Um motivo padrão na ficção científica e na literatura de UFOs assume serem os extraterrestres tão capazes como nós. Talvez tenham um tipo diferente de espaçonave ou raios, mas em uma batalha — e a ficção científica adora descrever batalhas entre civilizações — nós e eles competimos igualmente. Na verdade, não há quase chance de duas civilizações galáticas interagirem no mesmo nível. Em qualquer confronto, uma quase sempre dominará inteiramente a outra. Um milhão de anos é muita coisa. Se uma civilização avançada estiver para chegar em nosso Sistema Solar, não haverá nada que possamos fazer a respeito. Sua ciência e tecnologia estarão muito além de nós.

É perda de tempo preocuparmo-nos com as possíveis intenções malévolas de uma civilização avançada com a qual deveremos estabelecer contato. É mais provável que, se sobreviveram tanto tempo, isto signifique que tenham aprendido a viver com eles mesmos e com os outros. Talvez nossos receios sobre um contato extraterrestre sejam meramente uma projeção de nosso próprio passado, uma expressão da nossa consciência culpada pela nossa história anterior, a destruição de civilizações só um pouco mais atrasadas do que a nossa. Lembramos Colombo e os Arawaks, Cortés e os Astecas, mesmo o destino dos Tlingits nas gerações pós-La Pérouse. Lembramo-nos e preocupamo-nos. Mas se uma armada interestelar aparecer em nossos céus, prevejo que seremos muito obsequiosos.
É muito mais provável um tipo bem diferente de contato — o caso que já discutimos, no qual recebemos uma mensagem complexa e rica, provavelmente pelo rádio, de outra civilização no espaço, mas não estabelecemos, pelo menos por um tempo, um contato físico com ela. Neste caso não há como a civilização transmissora saber se recebemos a mensagem. Se acharmos o conteúdo ofensivo ou assustador, não seremos obrigados a responder. Mas se a mensagem contiver uma informação valiosa, as conseqüências para a nossa própria civilização serão espantosas — visões de ciência, tecnologia, arte, música, política, ética, filosofia e religião alienígenas, e acima de tudo, uma profunda desprovincialização da condição humana. Saberemos o que mais é possível." Carl Sagan, na obra Cosmos [Villa Rica, 1992].

Júpiter em maior aproximação dos últimos 50 anos

Na próxima semana, não perca a possibilidade de ver Júpiter no céu, o planeta não aparecerá tão grande e nítido de novo antes de 2022. Estará a 368 milhões de milhas da Terra na próxima segunda-feira e esta é a menor distância entre os dois planetas desde 1963. Será possível visualizá-lo ao leste, baixo e envolto em uma nuvem de pó.
Por volta da 01h00 da madrugada ele estará posicionado no alto, isso acontecerá porque a Terra vai passar entre Júpiter e o Sol nas primeiras horas da manhã de terça-feira. O maior planeta do Sistema Solar já pode ser visto, agora mesmo, como uma estrela incrivelmente brilhante, a segunda mais chamativa do céu, perdendo somente para Vênus em nossa visualização.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

E FOI ASSIM QUE TUDO COMEÇOU...

Este é o Ssubtítulo de meu livro que terminei a poucos dias e está em fase de correção. UFOS NO PAMPA -E FOI ASSIM QUE TUDO COMEÇOU... conta toda a minha trajetória como pesquisador ufológico, trás casos históricos de acontecimentos ufológicos no estado do Rio Grande do Sul intrícicos na nossa cultura e folclore.
Um dos momentos mais significatívos foi quando criei meu primeiro grupo Ufológico o CEUVA e de nossa primeira saída campo juntos, bem como essa visita a famosa Pirâmide e o contato com o já falecido Victor Valdés. Tudo narrado neste livro de memórias e narrativas das minhasesperiências direta como o fenômeno UFO.
Para curtir vai as fotos do vídeo feito naquela saudosa noite de 1998.
Alan Azeredo (ponta esquerda) e Aldair Fischer( de óculos)
Eu , Rafael Amorim (ponta esquerda) Lizandro Trarbach (com a mão no rosto)
Carlos Rodrigues e eu
Josiane da Rosa

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Ufo sobre Santa Cruz era o avião não tripulado.

Uma e meia da madrugada de terça para quarta-feira. Toca o telefone, era o vigilante Julio que afirmava estar vendo um objeto não identificado. Logo fui ver do que se tratava. Uma pequena luz alaranjada ao lado da Lua, a Oeste, parecia flutuar no mesmo lugar.

Em seguida ele girou e mostrou outras luzes. Uma azul claro e outra amarelada. A impressão que tinha é que se tratava de uma aeronave em forma de Delta. Um triângulo que se deslocava para Sul.
Logo afirmei ao vigilante que me parecia um UFO, pois não conhecia esse tipo de luz e que deveria ficar observando.
Em seguida alertei aos companheiros do NEUS que também ficaram a observar o objeto que fazia um voo de reconhecimento.
Hoje pela tarde (18 de agosto) fui procurado pela repórter Ana Paula que queria me mostrar um vídeo de uma senhora chamada Angélica de Abreu, feito na noite de segunda-feira. O vídeo apresentava o mesmo UFO que havíamos visto.
Ao olhar e examinar o vídeo "por cima" pude afirmar que se tratava de um UFO. Apesar de tudo ainda afirmei que poderia se tratar de um avião militar estrangeiro, mas desconhecia de qualquer um avião em Delta militar, brasileiro.
Porém, nosso companheiro Iuri Azeredo já havia apurado que em nosso aeroporto local estavam fazendo testes de voo noturno com o avião Hermes 450, fabricado pela empresa israelense Elbit Systems.

Vejamos o relato de Iuri do NEUS e o informativo de nossa Prefeitura Municipal.

Ontem à noite, 16 de agosto de 2010, em torno das 20 horas, sons e luzes no céu de Linha Santa Cruz embasbacaram moradores do bairro... Era algo muito bonito de se ver - ainda mais numa abóbada enluarada, onde várias estrelas brilhavam de forma incomum... Além das luzes e do som, se percebia levemente, com ajuda do brilho lunar, a forma cilíndrica daquele veículo a sobrevoar em baixa altitude... Confirmou-se o que eu disse: à noite, a aeronave não tripulada, em teste aqui em Santa Cruz, causaria furor a desavisados aficionados em ufologia! Um perfeito óvni, não fosse um objeto voador identificado, inclusive com nome: Hermes 450, com seus 10 metros de envergadura e 450 kilos.

Novamente, disparei para o aeroporto. A cena lá era ainda mais impressionante: além da parafernália já descrita (20 toneladas de equipamentos), havia ao longo da pista cerca de 100 tochas indicando o percurso para o pouso e decolagem - totalmente controlados por rádio-transmissores. Caminhonetas circulantes com holofotes e luzes coloridas de sinalização completavam um cenário que me remeteu a cenas de Contatos Imediatos, filme do Spielberg.
Fiz algumas fotos e filmagens muito rústicas, com meu celular. A hora que eu baixar, passo a vocês.
Aproveito e envio mais duas fotos da "nave". Essas acompanharam a reportagem de um outro jornal local, o Diário Regional.







Então, vai aqui as fotinhos noturnas que tirei com o celular do "óvni" aqui em Santa Cruz do Sul, Bairro Linha Santa Cruz, próximo ao aeroporto da cidade. Foram feitas, de maneira muito precária, na segunda-feira passada, dia 16 de agosto de 2010.

- Na primeira, aparecem as "três luzem em formação": azul, vermelho e amarelo (distorcidas na foto); aparecem logo acima de um poste de iluminação pública e abaixo da lua.
- Na segunda, os técnicos e militares estão guardando o Hermes 450 no hangar de lona, montado no estacionamento interno do aeroporto Luiz Beck.
- A terceira, é uma visão de parte da pista, onde está já em solo a "nave"; se vê algumas marcações ao longo da pista, feitas com tochas e outras luzes de sinalização.
- Na última imagem, o "objeto" aparece acima de uma residência e abaixo da luz do poste (o mesmo que aparece na primeira fotografia).

Repito que, com o som e aquelas luzes extremamente brilhantes e coloridas, num céu com claridade lunar, causava grande impacto a cena. Uma pena que não havia uma outra e melhor máquina fotográfica à mão.

***Abaixo, o release distribuído pela assessoria da Prefeitura de Santa Cruz:











Aeroporto de Santa Cruz do Sul sedia testes de avião não tripulado






Representantes da AEL - Aeroeletrônica de Porto Alegre e da Elbit System de Israel visitaram na última segunda-feira, dia 09 de agosto a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul e convidam os representantes do Poder Executivo a participarem do evento que está sendo realizado no Aeroporto de Santa Cruz do Sul do dia 09 a 21 de agosto, trata-se de um treinamento em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB) de aviões não tripulados.
O equipamento em avaliação é o Hermes 450, fabricado pela empresa israelense Elbit Systems. A produção do avião não-tripulado tem a participação de uma subsidiária no Brasil, a empresa Aeroeletrônica, de Porto Alegre. Os veículos cedidos pela AEL também serão estados pela Marinha e pelo Exército, em missões de reconhecimento tático e vigilância de fronteiras.
Segundo a Secretaria de Governo e de Turismo, Esportes e Lazer de Santa Cruz do Sul, Marla Hansen, a Prefeitura estará à disposição para ajudar no trabalho. “Estamos felizes por terem escolhido o nosso Aeroporto para fazer essa simulação, dando ainda mais visibilidade a nossa localização estratégica do município no estado” salienta.
A movimentação no Aeroporto é intensa, e o primeiro vôo do VANTs Hermes 450 ocorreu na manhã de ontem, às 11horas. Segundo o Instrutor de vôo, Geison Hallmann tudo ocorreu bem durante o treinamento. ”Estamos simulando uma guerra, este treinamento já foi feito em Santa Maria, e foi um sucesso”, explica.
Para essa operação, que tem o auxilio da Aeronáutica de Santa Maria, a corporação montou um aparato técnico que recebe os dados emitidos pelo Vant e retransmite a uma base em outro ponto estratégico. O objetivo do teste é verificar as condições para empregar o quipamento de fabricação israelense em missões de reconhecimento da Força Aérea Brasileira e também como plataforma intermediária de comunicação. Como não é controlado por um piloto, o Vant pode realizar ações de maior risco, como vôos em altitudes muito baixas.
A AEL é uma empresa brasileira que há mais de duas décadas dedica-se ao projeto, desenvolvimento, fabricação, manutenção e suporte logístico de produtos eletrônicos, militares e civis, para aplicações em veículos aéreos, marítimos, terrestres, tripulados ou não.
O primeiro Hermes 450, cedido pela Elbit, chegou ao país em 9 de dezembro e começou a ser testado em janeiro, na Base Aérea de Santa Maria, onde fica sediado o Esquadrão de VANT da Aeronáutica. A fase de avaliação das aeronaves deverá se estender até o fim desse ano.
O Hermes 450 é um VANT de alto desempenho multimissão, que opera em qualquer condição climática, sem a necessidade de alocar tropas em áreas de risco. Pode permanecer em vôo totalmente carregado por maisde 15 horas, realizando missões de reconhecimento, vigilância e designação de alvos. Tem 6 metros de comprimento e 10 metros de envergadura (da ponta de uma asa a outra). Voa a 110 km por hora e pode atingir cerca de 5 mil metros de altitude.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santa Cruz do Sul

domingo, 15 de agosto de 2010

FAB envia os registros de UFOs dos anos 90 para o Arquivo Nacional

A Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), através do coordenador Fernando Ramalho, informa sobre o encaminhamento da década de 90 ao seu destino, o AN


Sob um furacão midiático, causado pela publicação no Diário Oficial da União (DOU) da Portaria 551/GC3, do comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, soubemos nessa sexta-feira, 13 de agosto, que mais um lote enorme de documentos ufológicos chegaram à Coordenação Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal (COREG). Trata se dos registros gerados pela FAB entre os anos de 1990 e 1999.


Segundo o resumo de 68 páginas que recebemos da COREG - pois o material em si ainda está sendo digitalizado -, são quase 800 páginas de mais adrenalina, que logo estarão a disposição dos estudiosos. Elas estão divididas em dez envelopes, contendo transcrições de conversas entre pilotos e torres de controle aéreo, comunicados, relatórios de ocorrências e despachos oficiais. Há também muitos documentos oriundos da área civil, como cartas, revistas, jornais e boletins de grupos ufológicos. No entanto, o que mais chama a atenção é que temos dezenas e dezenas de questionários, com centenas de testemunhas do Fenômeno UFO.




Apesar da grande quantidade de material, ainda persiste a exclusividade de sua geração. Ao que tudo indica, da década de 1990 só foram enviadas ao Arquivo Nacional informações da Aeronáutica. Não existe, pelo menos no resumo, informação que aponte para material oriundo da Marinha ou do Exército. Isto já era previsível, tendo em vista que, nas respostas dadas pelo Ministério da Defesa a Requerimento de Informação da Câmara dos Deputados (RIC 4470/2009), solicitado pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), a Marinha diz que “não possui informações referente ao assunto”. E o Exército, apesar de, pela primeira vez, confessar que gerou documentos sobre o Caso Varginha em 1996 e 1997, informou que esses documentos estão na Justiça Militar, e não nos seus arquivos.



Essa questão dos arquivos da Marinha e do Exército será alvo de novas contestações da CBU junto ao Poder Executivo, mas o fato é que, conforme informado pelo Ministro da Defesa, Nelson Jobim, pelo menos parte do material está seguindo para COREG dentro do prazo determinado, que é 31 de agosto de 2010. Faltam ainda as páginas oficiais da década de 2000, que certamente está sendo preparada pelo CENDOC. Um CD com todo o material deverá estar pronto na próxima segunda-feira, será adquirido pela CBU e, seu conteúdo, imediatamente disponibilizado no site da Revista UFO, como tem sido feito desde que os lotes da FAB começaram a ser enviados ao AN.
 
Saiba mais:
Catalogação de registros de ETs no Brasil é um passo importante, avalia especialista

Ufólogos comemoram decisão, mas pedem mais arquivos
Agentes do DOPs também presenciaram UFOs

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

SEMJASE, A EXTRATERRETRE DE BILLY MEIER NA SEDE DO NEUS!

Sim, em pessoa estava a Semjase, extraterretre que o suiço Billi Meier teve contato...explico.
Trata-se de nossa colaboradora lindíssima Ariene Koehler que nos ajudou em nossa série de imagens para os casos mais famosos da ufologia mundial onde estou produzindo ilustrações fotográficas baseadas em ilustrações desenhadas baseadas nas descrições dos acontecidos.
Ariane tem o sorriso mais lindo de Santa Cruz do Sul, costumo dizer a essa amigaça da gente que prontamente veio nos ajudar a fazer essas imagens que seguem abaixo e que foram passadas a redação da revista UFO.
Vejam as fotos antes e depois do trabalho feito.

Primeiro é feito uma bateria de fotos

 
Depois, de acordo com a ilustração escolhida se desenvolve a arte.


Ariane com a gente no NEUS

terça-feira, 13 de julho de 2010

OS SERES DA LAGOA única fotografia na Argentina? Por Luis Burgos

Única fotografia na Argentina?
Por Luis Burgos


Desde o lendário Kappa, essas criaturas "dos juncos", que menciona as escrituras orientais, para muitos eventos de observações de corpos pendurados em torno das áreas do lago, na Argentina, aparentemente constante permanece a mesma: a água. Basta lembrar o caso "suspeito de Wilfredo Arevalo no Lago Argentino (Santa Cruz), que ocorreu nos primórdios da ufologia (1950) ou o estranho visitante de Villa Carlos Paz (Córdoba), nas proximidades do lago San Roque (1968) o famoso e controverso caso Balvidares (1973) em um General Pinto Lake, na província de Bs As, ou a aparência marcante de ser de alta classe para os pescadores (1978) Barragem La Florida (San Luis) ou entre em contato Fermin Sayago (1980), em Santa Rosa (La Pampa), bem como a reunião do Oscar Flores (1986) no Lago Dom Thomas da mesma Santa Rosa, ou a perseguição sofrida por Modesto Colman humanóide (1992) nas proximidades da Laguna Fish em Vitória (Entre Ríos) para começar a entender que talvez a realidade mostra o case mix dessas entidades estranhas associadas com a água supera qualquer tipo de especulação....


No início de 2008, quando o país estava se preparando para receber uma grande "onda UFO", previu anteriormente pelo escritor através da Hipótese Decimal, reunindo mais de 550 reclamações ao longo do ano, o que exclui qualquer comentário, um membro FAO viveu uma experiência única no Monte do Lago, localizada a 140 quilômetros a sudoeste de Buenos Aires. Conhecido por prática de desportos náuticos e para a pesca, a água traz um grande número de turistas, especialmente no verão. Para lá foram Polanco Nelson Rocha, Rossana Rocha irmã e um amigo em comum, Nora. Uma vez instalado, estava fazendo o equipamento de pesca. Summer foi a noite de 29 de janeiro de 2008, embora muitas pessoas não estavam acampando. Por 2.330 horas, distinguir uma curiosa luz no centro da lagoa, assim

de "flashes". Mas minutos depois, a surpresa aumenta consideravelmente quando se observa uma forma "light" suspensa sobre o sector da lagoa, que depois desaparece. O evento incomum foi forçado comentário três para o resto da noite e no dia seguinte. Ainda assim, Nelson Polanco falou com o guarda do acampamento, mas não conseguiu localizar mais testemunhas.

Na noite seguinte, as surpresas continuaram. Rossana metros de distância para localizar uma linha de pesca entre os juncos, mas seus gritos alertaram Nelson e Nora: um corpo esférico e luz branca, sem som e tamanho pequeno, apressou-se em voo para fazer o seu ponto um estado de grande excitação. Polanco avistou como o objeto se afastou em baixa altitude ao longo da costa.




CASO DE IVAN


Sr. Ivan D (38), residente do sul Grande Buenos Aires, o partido Almirante Brown, tem seu comércio na Capital Federal, viaja diariamente. Um dia, em maio deste ano entrou em contato comigo, disponibilizando um material incomum em sua posse: a imagem de um suposto ET. Assim, e talvez nosso costume, oferecemos uma análise pelos nossos peritos para avaliar isso e claro as questões prováveis. Portanto, Patrick Ravinas é contactado com o protagonista e obter o material para estudo. Segundo sua versão, a data de 14 de marco de 2010, da celebração da Páscoa, Ivan decide passar com sua família em Lake Monte. Para lá se mudou com sua esposa, Vanina, seus dois filhos pequenos com idades entre 2 a 8 anos eo resto da família. Ao todo, foram oito membros. Uma vez instalado perto da superfície da água, está se preparando para tirar várias fotos com sua câmera digital. Tanto assim que, entre 14 e 16 horas mais tarde, fez vários disparos que a paisagem e familiares ...

Apenas anormalidade

A única surpresa que Ivan mostra que à tarde é que a qualquer momento ", observa a água impressionante agitada, não muito longe da costa, o que foi produzido apenas sob uma nuvem escura que cobre a parte da lagoa.

A foto em questão


Uma vez em casa no seu computador e analisar o material que o dia, fazendo realizado em 15,56 horas na sua 8 anos, que não entra no quadro porque o pouco que ele rapidamente se esconde atrás de uma árvore, folhas perplexo: Um curioso e enigmático silhueta, que não é alguém com traços humanos, "aparece" nas margens do lago, a uma distância moderada do grupo familiar e à esquerda da imagem. Imediatamente tire suas próprias conclusões e chegou à certeza de que isso não é uma pessoa comum ...

O conjunto de fotos da tarde, este seria o único com essa figura estranha, depois de analisar todo o material.

Análise Preliminar

Portanto, a investigação de que a foto foi a partir de agora, nas mãos de especialistas. O primeiro estudo é realizado o segundo Barrancos Patricio Jorge Figueiras, tanto da FAO (Fundación Argentina de Ovnilogía). A foto em questão resistiu ambos os testes.

Vamos concluir Figueiras sobre isso: a imagem está correta nos dois modelos ainda estão vendo essa figura e as miniaturas não pode ser definido. A primeira análise de Patrick Ravinas é perfeito e não pode fazer qualquer coisa, todo o contorno é queimado pelo fogo.



A fraude pode ser feito com "uma silhueta de papelão, madeira ou algo assim, mas o problema é o brilho. Também poderia ser feito com espelhos que refletem o sol sobre a figura ea última árvore. O problema é que esse efeito pode ser conseguido pelo menos três grandes espelhos (porque a árvore não pode ser ajustes e real). Tudo isso exige uma tremenda imaginação (digno de Steven Spielberg), e adicionando elementos ideais. Além disso, se alguém desenvolve uma cena seria em todos os canais e jornais do país, contando como ele apareceu para argumentar que a imagem ou para dar mais credibilidade ao caso ...


Eu digo que você pode fazer, mas não acho que alguém tem a imaginação, os elementos eo desejo desse trabalho, e se encontrar alguém com uma idéia, seria alguém com a capacidade de fazer em um computador, não ter um trabalho. E o computador não é feito. A imagem é limpita, sem vestígios de edição e há dois modelos no código da imagem e estes são invioláveis. "

 
 
 
 
 
 
 
A morfologia

Antropomórfica conformação e tamanho aparente alta, de acordo com o cálculo da distância mostrado na imagem, a entidade estranha associado responder ao tipo de seres cinza, cabeça feia, triangular e olhos proeminentes. Uma nuvem estranha, neste caso envolve o topo de sua cabeça ou  a mesma está inativa. É muito impressionante ausência visual do pescoço, quase como destacados de sua cabeça. Em sua mão esquerda daria a impressão de que o corpo é algo sujeito à cintura eo vestido completo com uma espécie de uma peça que é vagamente mergulhador para os joelhos. De acordo com o local onde o avião da imagem, o atacante já estaria na água ou sobre ela e no momento da aquisição estaria assistindo a testemunha-se, ou Ivan.




A continuidade da CASE

A confiabilidade que nós merecemos a testemunha, mas a contribuição dos peritos que dão autenticidade das fotos, torná-lo um caso relevante na Ufologia Nacional Argentina. Uma série de situações pessoais experimentadas pelos pós-foto de Ivan, comum a muitas testemunhas, que manteve encontros imediatos do terceiro tipo, embora neste caso foi julgado para capturar uma foto de entidade desconhecida, é o que manteve o evento em vigor e em um estado de investigação nós.
 

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Vigília do NEUS foi boa, mas o tempo não ajudou.

A vigília Astronômica do NEUS neste último sábado foi marcada pela presença de um grupo de amigos de Porto Alegre que trabalham com a linha holística. Trazidos pelo mais novo membro do MGU Luis Felipe da Aliastour, uma agência de turismo que se dedica ao turismo místico e ufológico.


Também o Jefferson e Ênio nossos mais novos aspirantes a participar do MGU estavam juntos a caravana da capital e foi um momento de reencontro pós II Semana Ufológica. Também presentes os companheiros do Cosmosfischer Aldair e Solange Fischer auxiliaram nas explicações sobre nosso escopo celeste através do programa Stelariun.

Os membros do NEUS Celi Simeone, João Lima, Marilene Rosa, e Fernanda Karlz montaram uma gostosa atividade que começou com uma palestra na sede do NEUS com o pesquisador Rafael Amorim que falou das últimas atividades ufológicas no RS e comentou sobre as observações de atividades aeroespaciais não identificadas feitas em Janeiro no interior de Vera Cruz durante a reunião do MGU aqui em Santa Cruz do Sul.

Em seguida dirigiran-se todos para o Balneário Kist que abrigou o grupo de 24 pessoas. Após a apresentação do Stelariun pelo Cosmosfischer e mostrando o que estava acontecendo ao vivo na aboboda celeste um sopão quente preparou os observadores para vigiliar no lado de fora da sede campestre do Balneário Kist.

Ali permaneceram a espera de um "teto" mais aberto.

O clima não ajudou para observação do céu mas segundo o grupo da capital a vivência foi de muita valia para todos.

Ao retornarem para Santa Cruz o grupo hospedou-se no centro Holístico águia Dourada, no interior da pirâmide onde puderam desfrutar das influências energéticas durante uma boa noite de sono.

Numa avaliação geral da atividade o coordenador do NEUS - Núcleo de Estudos Ufológicos de Santa Cruz do Sul concluiu que foi positivo e que apesar dos contratempos burocráticos que impediram que os participantes da atividade entrassem no Parque da Ocktoberfest onde está sediado o NEUS, o tempo ruim e teto 100% encoberto para observação as experiências das duas linhas de ufologia foram positivas.

A atividade trouxe ao meio ufológico de nossa cidade um prisma mais amplo de visão dos fenômenos que nem sempre são registrados por nossos olhos.

O que dá suporte para o acontecimento da próxima atividade do grupo e que se chamará o "Encontro com o Cosmos" no início de agosto deste ano.



sexta-feira, 9 de julho de 2010

China: ovni assusta cidade; governo diz haver "conexão militar"


Um objeto voador não identificado (ovni) foi avistado nos céus da cidade de Hangzhou, capital da província chinesa de Zhejiang, na quarta-feira. O aeroporto Xiaoshan chegou a ser fechado e vários voos foram desviados. Contudo, especialistas afirmam que a luz foi causada pelos destroços de um míssil americano. As informações são do Daily Mail.

Segundo a reportagem, testemunhas ficaram aturdidas e reportaram terem visto uma bola de fogo no céu parecida com um cometa. Muitos morados tiraram fotos do ovni.
Oficiais chineses disseram que sabiam do objeto, mas não poderiam falar sobre ele publicamente porque há uma "conexão militar" com o caso. Segundo a reportagem, é esperado que um comunicado oficial seja emitido ainda hoje.

domingo, 4 de julho de 2010

VIGÍLIA DIA 10 DE JULHO


INFORMAÇÕES ÚTEIS

O ônibus para Santa Cruz está e torno de R$25,00, forma segura de vir com tranquilidade, mas haverá custos taxi e outros.
De carro é mais cômodo e teremos estacionamento seguro em nossa sede.
Nossa taxa de R$10,00 fica para pagarmos o local e uma ceia após a noite.
Todos nós estaremos saindo de um ponto específico a sede do NEUS. Ver http://neusufo.blogspot.com/2010/05/inaugurada-sede-do-neus.html  ou http://neusufo.blogspot.com/2010/04/sede-do-neus.html.
Então se pode vir até a rodoviária com antecedência e se instalar com a gente na sede, conhecer mais um pouco a cidade e a noite participar da atividade.

Teremos um alojamento. Mas apenas com colchão, banheiro com chuveiro, gratuito.
Mas também haverá o nosso centro Holístico, a Pirâmide, onde alguns ficarão no mesmo sistema de acantonamento. Por tanto trazer cobertores ou saco de dormir é importante.


Santa Cruz tem alguns hotéis bem baratinhos, simples mas correspondem as nossas necessidades, desde
R$ 36,00 a R$80,00.

O Local da vigília é um campo aberto como se pode ver na foto. Por se tratar de um lugar onde muitos avistamentos tem sido frequentes decidimos que seria o melhor local para realisarmos essa atividade. Caso chova a vigília acontece igual, pois estar vigilante inclui termos nossos conhecimentos em constante troca e esses eventos próximos a natureza já se mostrou perfeito para essa troca. Estaremos levando com a gente um equipamento para realizar uma gostosa palestra sobre ufologia e astronomia. A diferença está que retornaremos mais cedo do local.


Ainda assim devo lembrar que o caso mais contundente de nossa cidade aconteceu com o céu encoberto totalmente  onde um objeto enorme e cilíndrico foi filmado por cerca de 30 min sobre nossa cidade.


Nosso telefones são o seguinte.

(51) 3056 - 35003 - comercial

(51) 9864 5434 - Fernanda

(51) 9403-2677 - Rafael

(51) 3718 -1396 - Celi