domingo, 6 de maio de 2012

| Back to messages IMAGENS REAIS... Impressionantes luzes no céu... Um óvni? Minha filha fotografou e filmou com o iPhone... Confira você mesmo...‏



No dia 19 de abril, estávamos chegando em casa à tardinha após o trabalho e a escola das meninas aqui em Santa Cruz do Sul. Ao olhar para o horizonte, na direção do sol nascente, observamos, muito espantados, fulgurantes luzes no céu, como se um disco muito luminoso estivesse parado no céu, aparecendo de perfil. Olhamos por vários segundos (que pareceram muitos minutos) e “a coisa” parecia permanecer estacionada no alto do céu. Algo aos mesmo tempo muito bonito, extremamente intrigante e amedrontador. Não havia emissão de sons naquele momento. Mas mais alguns segundos e as luzes, agora sim, pareciam estar se movendo em nossa direção, se aproximando... se aproximando cada vez mais... cada vez mais forte a luminosidade... E um zumbido, um grande chiado, começou a ficar audível... A Anne, minha filha pequena, começou a chorar – e foi aí que a minha filha mais velha começou a filmar com o iPhone dela. A pequena estava literalmente apavorada com a aproximação daquele objeto voador não identificado e o som cada vez mais alto que ele emitia ali no céu crepuscular...

Mas mais uns segundos e o óvni revelou-se como um grande jato executivo, que preparava-se para pousar no aeroporto logo adiante, uns 400 metros de onde estávamos parados com o carro a observar o “fenômeno”.

Confiram a foto e, depois, na filmagem (arquivos anexos).



video


Foi um momento curto, mas de grande emoção, perplexidade e deslumbramento. Começou como um óvni, mas terminou com um jato particular aterrissando no aeroporto santa-cruzense. Se a foto e a filmagem tivessem sido interrompidas num determinado ponto, aposto que muitos acreditariam se tratar de um disco voador “real”. Ou seja, para manipuladores da crendice e sede do fantástico obscuro, seria um prato cheio. Mas pergunto: a verdade, a realidade, não é algo fantástico por si mesma? Para quem se dispõe a ver com olhos interessados e detectando a complexidade de qualquer acontecimento, o momento foi fantástico, mesmo que o piloto da nave (de tecnologia 100% humana) fosse um ser humano (muito bem treinado, diga-se), e não algum ser de olhos e cabeça grandes, corpo longilíneo e pele cinza acetinada...

Nenhum comentário:

Postar um comentário